segunda-feira, 25 de outubro de 2010

desmistificando o palavrão


Isto foi visto em primeiro lugar no facebook daquele rapaz que todos sabem e que não tem mais nada pra fazer.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

a homenagem aos mineiros


Oh come all you young fellers so young and so fine
Seek not your fortune in a dark dreary mine
It'll form as a habit and seep in your soul
Till the stream of your blood runs as black as the coal

Where it's dark as a dungeon and damp as the dew
Where the danger is double and pleasures are few
Where the rain never falls the sun never shines
It's a dark as a dungeon way down in the mine

Well it's many a man that I've seen in my day
Who lived just to labor his whole life away
Like a fiend with his dope and a drunkard his wine
A man will have lust for the lure of the mine

And pray when I'm dead and my ages shall roll
That my body would blacken and turn into coal
Then I'll look from the door of my heavenly home
and pity the miner digging my bones

"deviam era fazer como se faz prós grilos...deitavam um bocado de água pró buraco e iam a ver se os gajos não saíam todos a correr cá pra fora"

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

o senhor prior 4

"Vivemos para a fachada. Se o Bordalo pinheiro fosse vivo, neste momento a fotografia do país seria uma barraca dum bairro de lata com um submarino estacionado à porta. Nós somos o povo do pessoal das barracas com uma antena parabólica no teto."

Frei Fernando Ventura

terça-feira, 12 de outubro de 2010

o senhor prior 3

"Temos demasiados denunciadores e não temos anunciadores, e os anunciadores que temos, metem, quer falem português quer falem estrangeiro. Esta vergonha do nosso primeiro-ministro no fim-de-semana em falar línguas lá fora. Ele tem de falar é português – é um desastre. Nós mandamo-lo limpinho com o mesmo fato dos senhores do poder em Angola, e depois põe-se a falar daquele jeito – passamos imagens terríveis. "

Frei Fernando Ventura

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

o senhor prior 2

"Uma cultura que é muito nossa, é o podia ser pior: vai alguém pela estrada fora cai-lhe um piano em cima fica esmagado – coitadinho, era o destino (temos esta faceta do fado), era o destino mas podia ser pior, podia ter ficado aleijadinho para toda a vida. A mesma circunstância, o piano cai em cima da mesma criatura, fica aleijadinho para toda a vida – podia ser pior, podia ter morrido."

Frei Fernando Ventura

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

o mais lento a ir buscar a morte


Certo dia estava Fidel Castro, na varanda do seu palácio em Cuba com vista para o mar a beber um copinho de whisky e a fumar o belo charuto com um grupo de estudiosos da vida marinha que ali se haviam reunido depois de uma expedição. Entretanto veêm ao longe na praia o aparecimento de uma tartaruga que lhes é trazida para o palácio. Um dos, provavelmente, biólogos marinhos que ali se encontravam dirige-se ao Lider Cubano e diz-lhe:

- Estes animais podem viver uns bons 200 anos.

Ao que responde o, já na altura, velho Fidel:

- Pois esse é o problema dos bichinhos. Uma pessoa afeiçoa-se a eles e depois ainda passamos pela tristeza de os ver morrer.
Site Meter Site Meter